IECLB de Lajeado realiza VI Encontro de Mulheres

Durante toda a manhã e tarde de sábado (16) ocorreu no Centro Comunitário Evangélico, o tradicional Encontro de Mulheres, realizado pela Comunidade Evangélica de Confissão Luterana de Lajeado (IECLB). Pelo sexto ano consecutivo, o Encontro busca reunir mulheres para que dediquem essa data a elas e façam um autoconhecimento das próprias vidas. Este ano, a palestrante responsável pelo evento foi a psicóloga Mariane Fin, de Três Coroas, que conversou sobre “A mulher nos ciclos da vida”.

De acordo com uma das responsáveis pela Comissão do Encontro, Kimberley Nelson, tudo é pensado com antecedência para que as mulheres tenham um dia especial. “Logo depois do último evento, é feita uma avaliação e ao revermos os pontos positivos e negativos, começamos a pensar na próxima edição”. Segundo Kimberley, Mariane havia palestrado no I Encontro de Mulheres e muitos sugeriram o retorno dela. “Queremos entender o que as mulheres estão passando, para ajudá-las a ter uma vida mais saudável, independente do ciclo da vida”.

A Comissão também organizou um descontraído teatro para mostrar a realidade dos ciclos de vida das mulheres. “Queríamos que saíssem do Encontro com ânimo para saber lidar com a fase que estão. Esperamos que utilizem os aprendizados que tiveram para continuar crescendo e que busquem dentro das situações vividas no Encontro mais uma ferramenta de conhecimento para viver a vida melhor, sem esquecer de estar junto com as amigas e dedicar sempre um tempo a elas mesmas”, conta Kimberley.

Um Encontro para auxiliar na vida

A psicóloga Mariane tem especialidade em terapia familiar sistêmica e terapia cognitivo comportamental. Ela conversou sobre os ciclos universais que são biológicos, mas também buscou ouvir as participantes e entender qual ciclo de vida se encontram. Segundo ela, o ciclo tem a ver com o contexto, como de onde vem, a família e a estrutura emocional. “Cada ciclo pode ter um impacto diferente, como o nascimento de um filho ou a perda de alguém. Todos os acontecimentos impactam a vida das mulheres em um mundo que foram preparadas para servir, serem acolhedoras e suprir a necessidade dos outros”.

Conforme Mariane, quando a mulher entra na crise de alguns ciclos naturais do desenvolvimento, muitas vezes, retorna a um papel tradicional. “Por exemplo, se uma empresária famosa engravidou e deu um tempo, todos cobram que ela precisa diminuir o ritmo porque é mãe. Já o pai, dizem que precisa aumentar o ritmo de trabalho”, conta Mariane ao desejar que as mulheres ampliem o olhar de que as crises ou modificações que passam, não são só intimas, mas por estarem inseridas em diferentes contextos e apoios, podem passar por essa situação natural de forma diferente. “Gostaria que saíssem do Encontro sabendo que a melhor maneira de passar pelas coisas que a vida oferece, é ter apoio, resiliência do outro e poder acreditar que tem capacidade de criar esse aporte emocional”.

A melhor fase da vida

Para a pensionista Renate Hilgemann de 77 anos a melhor fase da vida é a que se encontra. Esta é a terceira edição de Encontro de Mulheres que participa e acha todos os temas sempre muito relevantes. “Muitas vezes em determinados ciclos que passamos, nos culpamos por algo. É preciso aprender a nos perdoar, porque também erramos. Devemos ter uma vida mais leve. Hoje me sinto como a borboleta que desenhei na dinâmica realizada pela palestrante, voo em um lugar e pouso em outro, aprendendo a dizer sim para eu mesma e fazendo apenas aquilo que gosto e tenho vontade”, confessa.

Renate é voluntária da Comunidade Evangélica de Estrela. Participa da OASE, Visitação Hospitalar e realiza um trabalho na assistência social onde com um grupo, auxilia 40 famílias com ranchos e instruções mensais. “Me considero em uma fase boa. Sou viúva há 27 anos e não podemos pensar que somos coitadinhas. Os filhos têm os compromissos deles e eu não quero ser um peso, por isso tenho meus grupos, atividades e amigos, onde sou muito feliz”, diz.




Comunidade Evangélica de

Confissão Luterana em Lajeado
 

SECRETARIA:
Rua Alberto Torres, 297 – Centro
Cx Postal 93 - CEP 95900-188 - Lajeado/RS


Fones: (51) 3714-1825 ou 3710-1081
E-mail: secretaria@ieclblajeado.com.br

© 2019  - Comunidade Evangélica de Confissão Luterana em Lajeado - RS