MEDITAÇÕES

A Palavra de Deus é a relíquia das relíquidas, a única, na verdade, que nós, cristãos, reconhecemos e temos. (MARTIN LUTERO)

Dar a vida por outra pessoa! Eu??

Essa ideia de alguém dar a sua vida por outra pessoa parece fora da realidade! Não é verdade? O que Jesus e seus seguidores querem dizer com isto? Afinal, queremos viver e preservar nossa vida, nossa felicidade, nossos direitos, e tudo mais.  Não é isso? É nosso objetivo, certo?

Em João 10.1-21 Jesus diz que está pronto para dar sua vida pela “suas ovelhas”.  E em I João 3 o evangelista diz que devemos estar prontos para dar nossa vida em favor dos irmãos.  Primeiro lugar é importante diferenciar um aspecto aqui.  A morte de Jesus faz algo que só ele pode fazer, morrer em nosso lugar para fazer justiça e dar salvação eterna.  Além de se identificar com nossa fragilidade humana, angústias, dores, medos etc.  Agora, em decorrência disto somos chamados a ter essa perspectiva de vida como seus discípulos.

Certa vez Jesus também disse que quem quiser “guardar” sua vida para si mesmo, vai perdê-la (Mateus 16.24-28 e Marcos 8.34-38)!  Eis um ensinamento “diferente”, outra visão da vida.  Isto é muito diferente do que se ensina por aí, radicalmente diferente! Mas como?  “Eu quero ser feliz” pensamos normalmente.   Jesus não quer minha felicidade??  Ele quer muito mais, Jesus quer que tenhamos uma vida plena, abundante, que floresce!   Crer nisto é um ato de coragem. É uma entrega constante.

Uma vida plena é muito mais profunda do que somente satisfazer nosso estômago, olhos, vaidade, desejos etc.  Essas coisas podem até fazer parte mas é muito mais.  Por exemplo, conhecer o teu criador e tua missão na vida é extremamente satisfatório e prazeroso.  Ser alguém que ajuda outros a se sentirem amados, valorizados, apoiados... é prazeroso.  Saber que temos nosso futuro sempre em boas mãos, viver em comunhão e assim vai.

Finalizando, como então podemos doar a nossa vida por outra pessoa? Quero compartilhar algumas ideias que tenho visto, lido e aprendido.  Toda vez que saímos de nosso “quadrado” ou de nosso conforto para pensar e agir em prol de alguém, estamos “morrendo para nós mesmos”.  Ou seja, estamos abrindo mão de “guardar” nossa vida para nós mesmos exclusivamente.  Ouvir o outro é doar a atenção, o tempo, o coração e mente.  Dar preferência ao outro em qualquer situação é isto, servir é isto, amar genuinamente é isto, doar algo, sair de si em prol de outra pessoa.

Este é o caminho que Jesus Cristo abriu, convidou e nos acompanha.  Ali existe vida cada vez mais abundante e plena!  Todos nós desta forma honramos nosso Criador e Salvador.  E já é um pouquinho do que será um dia a plenitude, a perfeição para sempre! Graças a Deus. Assim seja.  Deus nos abençoe nesta jornada.

Em Cristo Jesus, o caminho, a verdade e a vida.

Pastor Eric Nelson