Atividades do Brechó Priscila durante a Pandemia

Desde o início da pandemia do Covid-19, em março de 2020, o Grupo Priscila deixou de realizar seu tradicional Brechó. Para que as roupas e calçados estocados não se deteriorassem, procuraram se engajar em campanhas sociais, no sentido de repassar itens do estoque. Em abril de 2020 repassaram 700 peças de agasalhos de inverno e calçados para a Defesa Civil de Lajeado. Em julho de 2020 doaram utensílios domésticos e panelas a duas famílias vítimas de incêndio. Também foram feitas doações de roupas para auxiliar numa campanha que estava arrecadando recursos para dois meninos com doenças crônicas.


O Grupo realizou a doação roupas e todos os móveis estocados para os desabrigados da enchente e no fim do ano repassaram calçados para a Slan, entidade que também possui um Brechó, que auxilia famílias das crianças que frequentam a entidade. Neste ano, em março repassaram roupas de cama, travesseiros e roupas ao grupo Indígena Kaigangue. “Como nosso objetivo com o Brechó é a cobrança de valores simbólicos na venda dos itens doados, conseguimos repassar recursos financeiros para projetos sociais e projetos da Igreja. No projeto de restauração do órgão da Igreja repassamos R$ 20 mil”, diz uma das responsáveis pelo grupo Naide Heemann.


Em abril se engajaram a campanhas de redução da fome na pandemia e auxiliaram a Liga Feminina de Combate ao Câncer com R$ 1.000, no projeto “Xepa Solidária”. O projeto realizado no bairro Santo Antônio que entrega refeições à comunidade do bairro e cestas básicas para famílias de alunos do CIEP também recebeu a doação de R$ 1.000. “Quando pudermos retornar com nosso Brechó, estaremos em condições de receber novas doações, que no momento estão suspensas”, conta Naide.